A correta instalação da mangueira é essencial para um desempenho satisfatório. Se o comprimento é excessivo, a aparência da instalação não será o único problema. Se a montagem da mangueira for curta para permitir flexibilidade e mudança de comprimento durante a expansão ou contração, a vida útil de trabalho da mangueira será reduzida.

Especifique os terminais e considere os seguintes diagramas como orientação:

Na montagem da mangueira em linha reta, deve-se prever uma pequena folga devido ao fato de que, quando pressionadas, as mesmas apresentam variações no seu comprimento.

mangueira em linha reta

Na instalação, verifique se a mangueira não está torcida.

mangueira torcida

Em caso de curvas deve-se dar atenção ao raio de curvatura mínimo especificado para cada tipo de mangueira. Além disso, ao calcular o comprimento da mesma, lembre-se de que os terminais não são flexíveis.

mangueira com curva

Quando o raio de curvatura é menor que o mínimo especificado, use conexão angular para evitar dobras.

mangueira curva com conexões

O comprimento adequado da mangueira é necessário para distribuir o movimento nas aplicações com flexão e evitar abrasão.

mangueira e comprimento adequado

Evite a torção da mangueira curvada em dois planos, fixando uma abraçadeira na mudança de plano.

mangueira curva e abraçadeira

Use joelhos ou outras conexões quando necessário, a fim de eliminar o comprimento excessivo da mangueira e proporcionar uma instalação racional e de fácil manutenção.

mangueira eliminar excesso

Evite a torção dobrando a mangueira no mesmo plano do movimento da peça em que os terminais estão conectados.

mangueira torção e dobra

Evite o contato da mangueira com partes em temperaturas elevadas. Se isto não for possível, isole a mangueira.

mangueira contato com calor